8 de abril de 2015

prosa poética

da série
Breves ensaios recortados para pulso

Vânia Valdo - Duas Faces Felizes

TRINTA E NOVE

Sobrepujar é incrível! Ah, se pudéssemos abstrair as tempestades. Em alguns momentos seria até desnecessário padecer; suportar os antibeijos, as tocaias...E mais isso!
 É que  preciso cantar um agradecimento. Uma glória. O milagre da apoteose. Porque as crianças brincam novamente. Há sinais de restabelecimento nos brinquedos. Sorrisos invariáveis sobre a quase noite. O sofrimento agoniza em si mesmo, agora.
Às vezes a vida é um vencimento. De vencer. Acontece.