10 de novembro de 2014

Exercício Rápido de Domingo





Cada vez que uma manhã
 chega ao domingo... 
é um milagre.

As janelas se vestem melhor.
Abrem-se os portões, as casas,
as cervejas e as certezas.

Igrejas se arrumam para a missa.
Há uma dança interna 
nas coisas. 
Mas com preguiça.

Crescem  borboletas.
Estufam-se as ondas, 
revogam-se as nuvens;
Calçadas se calam. 
Dormem as chuvas.
Deus está.

Nos domingos
 as dores são mais bonitas.
E os sapatos, e as sobras, 
e as sobremesas.
E as mães.

Sem falar dos cães, 
 tão mais discretos 
 se é domingo.

Se é domingo...
                                 termina mais.



Nenhum comentário:

Postar um comentário