22 de abril de 2011

Quinta Revelação

do livro de Isólithus

Ernst Ludwig Kirchner



Teu sofrimento deve ser
finito na mesma proporção
em que és.

O relógio bate.

Não tema saudade, o abate,
a distância,
o aniquilamento dos peixes e
outros animais de tua infância.

Removida
tua consciência,
dor e prazer serão extintos.
E corpo e máscaras.

O Adestrador da morte
não converte lonjuras. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário